domingo, 30 de julho de 2017

Todo mundo um dia:
Ama
  Chora
     Sorri
       Sofre
         Espera...
e cresce com tudo isso.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Quando conheci o Bernardo, ficamos amigos de imediato, era como se uma cumplicidade, fraternidade,gratuidade e predileção Divina estivesse sobre nós.
Rapidamente nos tornamos quase um. Que era impossível mencionar meu nome sem lembrar o dele.
Era assim, todos que nos conheciam eram incapazes de nos ver separados.
Um amor tão grande foi tomando conta de nós que eu não me imaginava mais longe dele, nunca mais.
Aos poucos ele foi se tornando meu ar ,meu chão, minha vida.
E isso iria dar muito errado!
Éramos melhores amigos, e eu estava finalmente feliz. Tinha encontrado alguém que me amava assim do jeitinho que eu era.
Nesta época eu já não cantava mais, tinha desistido. O "Ber" me fez até voltar a cantar. E ele cantava muito bem, eu amava ouvi-lo.
E ali na musica eu me senti completa.
Estava tudo certo até o dia que o "Ber" se mudou para outra cidade.
E meu sofrimento começou a se tornar um gigante, eram tantos os meus medos que eu não sabia , se daria conta de continuar.
Mesmo ele dizendo que eu continuaria sendo unica pra ele,eu me apavorava.
Mas e se ele conhecer outra pessoa e ela ser melhor que eu, não vou suportar , e se ele me esquecer?
Meu Deus , eu vou morrer!!!!!
O tempo passou,ele mudou de país,eu sofri , chorei gritei...
De repente tudo mudou e eu não era mais a única no mundo, não morri por isso mas tive que lidar com meus fracassos. Eu meio que estacionei a minha vida depois do "Ber" fique pensando em todos os momentos ou em como estaríamos no tempo presente.
Mas sabe que esse tempo serviu pra que eu me fortalecesse e me tornasse uma pessoa melhor do que eu era. Ninguém deve sair da nossa vida sem saber o quão importante foi em nossa vida.
Eu falhei ali, fui sempre amiga do "Ber" e em algum momento eu me apaixonei por ele, e isso não foi explicito pois a amizade era tão forte que eu achava que ele sabia tudo o que eu sentia.De fato ele devia saber mas não ouviu de mim,e mitas vezes eu me perguntava se eu devia ter falado.
Talvez não mudasse nada , mas ele saberia de mim, talvez fossem  sanadas todas as minha dúvidas.
Mas não tive coragem.
Depois de muito tempo sem saber dele eu recebo a noticia de quê ele estaria voltando para o Brasil.Meu coração quase saiu pela boca.
Simmmmm,ele voltou!!!!
Nos reencontramos e foi maravilhoso,e ali morreu mais uma vez toda a coragem pra dizer o que eu sentia.
Todo mundo já sofreu um dia , já chorou por não ter coragem de dizer o que sentia.
Eu fui só mais uma que resolveu aniquilar o sentimento pra não perder  a amizade.
Você vai chorar de novo então não perca tempo fale, sinta ,viva!!!
                                                           beijo da Anna
        (personagens fictícios)



  

Nenhum comentário:

Postar um comentário