domingo, 23 de outubro de 2016

Reencontrando a liberdade ( Série Desabafos)

Fiquei pensando sobre o que escrever,o que falar.
Minha Ana, os tempos não são outros, nem a dor é outra  ainda latente.
Entendo que foi melhor assim,antes curar-me enquanto a ferida não é tão profunda.
Sabe tem coisas que acontecem e não entendemos , aliás quase nunca entendemos,mas eu aceito.
Depois de perceber que um amigo de verdade não trata mal o outro. Me senti livre , não preciso me sujeitar a isso quando a gente ama, deixar , partir ,perder são palavras que devem fazer parte da nossa vida.
Já ouvi antes uma frase que dizia: "O amor se dobra para não romper"
Não posso depois disso desistir , nem perder a capacidade de amar, ou de me deixar ferir novamente pelo amor.
As vezes sinto que meu coração é traiçoeiro, mas sabe que não, cheguei a conclusão que ele é livre, ele não tem medo de se lançar, de se doar .Até por quem não merece.Começo a perceber que ai o amor de Deus  me ensinou.
Ainda acho que sofro da síndrome das mulheres que amam demais  ( eu que criei, rs...)mas não existe sentido em alguém que não tema capacidade de amar.
Sei que não será a última vez , que passarei por isso .Mas serei cada vez mais forte .
Não existe covardia no amor,muito menos em quem ama.
Ana como nós somos fortes!!!
Acho que quem rejeita o amor assim puro simples, é covarde,não consegue ver beleza no outro.
Não receber o amor de alguém, dói menos do que,receber de volta a ingratidão, a indiferença.
Ainda vou chorar, vai doer...mas vai passar , já está passando.
Aprender a conviver com aqueles que não vão me amar, nem entender. Quem fica na nossa vida é porque deseja ser um pouco em nós.Não me acostumei a perder quando amo. Enxergar que amar também é deixar partir é um pouco doloroso.
Hoje me sinto mais forte, mais feliz , ainda não...nem sempre consigo sorrir, mas não quero nem vou perder a capacidade de amar, não amei errado, apenas não aceitaram o amor que eu tinha.
Mais isso  não determina quem eu sou.
O amor é lindo , e vai continuar sendo!
Minha Ana , mais uma vez começo a me libertar, pra voar um pouco mais alto.É assim que se vai!
Minha liberdade ,não tem limites!!!
Obrigada pelo amor de sempre, a gente vai chegar lá!
                                                                  Anna Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário