Pular para o conteúdo principal

Menina dos olhos d'água.

E ela olhou pela janela,viu todos os seus sonhos saindo em marcha.Decidiu sentar-se a beira da cama e pensar, talvez houvesse uma resposta pros sonhos que vão embora .
O que agora faria se não tenho dos sonhos a companhia?
Ah! vou tecer nova colcha de retalhos quem sabe isto me ajudaria,pensou ela.
Vou colocar,novos sonhos, bordar alegrias,enfeitar de boas lembranças  e claro enfeitar de lírios.
E a menina pensou ,pensou ,pensou...
Decidiu levantar sair pra caminhar , novas idéias  encontrar.
Sentou-se á sombra de uma arvore,adormeceu descansou seu coração,deu a vida razão.
Levantando se pôs a caminho de casa novamente,enquanto caminhava sentiu paz ,leveza,tranquilidade,teve vontade de sorrir.
Voltou pra sua janela  e viu pouco a pouco seus sonhos retornando como um raio de sol que passa pela janela.
Descobrir a capacidade de sonhar em meio ao sofrimento  nos tornar  capaz de ver a vida com olhos d'água.
Olhos serenos,verdadeiros,transparente.
Essa menina mora aqui perto ela se esconde entre uma

lágrima e outra mas sempre dá um jeitinho de aparecer  pra me ensinar o quanto é bom não perder  de vista o caminho que se quer chegar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nunca é tarde pra não ter razão

Sabe quando as fichas demoram a cair?
Uma hora elas caem e você descobre que estava errada, erradíssima e fica com cara de laranja amassada.
Pois é demorei demais. Pelo simples fato de querer ter razão, não! Porque o amor cega a gente de uma forma que é impossível perceber que as pessoas estão certas a nosso respeito. 
Todo mundo enxerga de uma forma diferente da nossa,nós só vemos o que o outro tem de bom,mesmo que esse bom seja algo não tão bom assim.
E foi assim ao longo  de dez aos eu não queria enxergar, ou talvez não tinha o que enxergar mesmo!
Esse ano eu decidi não me ferir mais por coisas tolas , tá bom vai , não tão tolas pra quem ama. Mas lembro que no meu aniversário eu sofria antecipadamente,sofria pelo fato de imaginar que meu melhor amigo pudesse se esquecer de me ligar no dia. (tá ok,sofria só com suposições,rs...)Sempre dava um jeitinho de falar com ele antes,só pra refrescar a memória dele.
Percebe a loucura da garota ,dando um jeito de não perder a razão. Era uma forma de…

Não escolhi nada , mas escolho tudo! (Sessão Desabafos)

As vezes o óbvio chega pra nos mostrar o quanto somos incapazes de dominar o que sentimos.
Minha Ana,a nossa conversa surtiu efeitos colaterais. Será que um dia a gente aprende amar direito?
Mas existe uma fórmula para o amor?Existe cura para os nossos excessos?
É preciso coragem para admitir algumas coisas...na verdade é sempre medo de perder,quando admitimos alguma coisa , perdemos outras.
E pra isso nunca estamos prontas!
Como cair no sono vem aos poucos, vai então se fechando os olhos até não conseguir mais abrir, gradativamente estamos imersos,ali nos sonhos que ninguém vai saber. naqueles sonhos que jamais iremos contar.
E porque dói?
Se o amor é algo bom não deveria doer. Tento entender sem nenhum sucesso.
As escolhas dos outros não deveriam me afetar. De fato escolher , sem ser escolhida é algo que vai sangrar sempre.
A gente já nasce com o coração pronto,parece que você olha , respira , sente e pronto!Seu coração já escolheu, já sangrou,já se aniquilou.
Essa escolha sempre é…

Reencontrando a liberdade ( Série Desabafos)

Fiquei pensando sobre o que escrever,o que falar.
Minha Ana, os tempos não são outros, nem a dor é outra  ainda latente.
Entendo que foi melhor assim,antes curar-me enquanto a ferida não é tão profunda.
Sabe tem coisas que acontecem e não entendemos , aliás quase nunca entendemos,mas eu aceito.
Depois de perceber que um amigo de verdade não trata mal o outro. Me senti livre , não preciso me sujeitar a isso quando a gente ama, deixar , partir ,perder são palavras que devem fazer parte da nossa vida.
Já ouvi antes uma frase que dizia: "O amor se dobra para não romper"
Não posso depois disso desistir , nem perder a capacidade de amar, ou de me deixar ferir novamente pelo amor.
As vezes sinto que meu coração é traiçoeiro, mas sabe que não, cheguei a conclusão que ele é livre, ele não tem medo de se lançar, de se doar .Até por quem não merece.Começo a perceber que ai o amor de Deus  me ensinou.
Ainda acho que sofro da síndrome das mulheres que amam demais  ( eu que criei, rs...)…